fbpx

Erros comuns no dia a dia do SPED.

É muito importante que exista um trabalho muito forte na auditoria digital de SPED. Principalmente para quem trabalha com revisão de SPED. Quando trabalhamos com revisão de SPED lidamos com erros todos os dias, dos mais diversos possíveis.

Hoje eu irei elencar os erros que mais costumo ver quando vou fazer a revisão do SPED.

O primeiro deles que eu posso elencar são as operações com contribuintes inativos ou idôneos, que acontece quando eu pratico operações comerciais com quem não poderia estar praticando aquelas operações. Imagine um grande atacadista que vende em volumes absurdos para uma pessoa física. A tese não seria essa, o correto seria ele vender para um varejista e esse varejista vender para o consumidor final.

O que justifica que um grande atacadista de alimentos, por exemplo, venda R$ 150.000 para uma pessoa física toda semana? Então, esse é um erro muito comum.

Outro erro bastante comum é o aproveitamento indevido de benefícios fiscais. Isso ocorre quando ao escriturar o documento, eu informo que eu tenho um crédito de ICMS na verdade eu não tenho ou quando eu digo que tenho um crédito de PIS e COFINS quando na verdade eu também não tenho.

Outro erro bem frequente são as falhas em parâmetros de software, que geram divergências nas obrigações acessórias. É um erro que acontece bastante em relação ao estoque, por exemplo, eu informo para o cliente da seguinte maneira: “Olha, você esta com um problema no seu fato de conversão, esta apresentando problema de duplicidade e unidade de medida.” Geralmente a pessoa sempre justifica alegando que no sistema dela ela fez certo e me mostra que ela realmente fez certo. Ai eu respondo da seguinte forma: “É, mas o seu sistema gerou uma informação errada para o SPED.”.

Quando isso acontece, é porque existe uma falha em um parâmetro inicial do software e fez com que a informação chegasse incorreta no SPED.

Outro erro comum é em relação a alíquotas dos produtos. Um produto que deveria ser tributado eu estou dizendo que ele é isento e um produto que deveria ser isento eu digo que ele é tributado.

Então esses são basicamente os erros mais gritantes além de outros também como, duplicidade no cadastro de produtos, que impacta diretamente no estoque fiscal, erros em fatores de conversão, dentre muitos outros.